Labels

Translate

sexta-feira, 1 de novembro de 2013

Thor : O Mundo Sombrio

Quem mandou brigar?


A produção de "Thor : O Mundo Sombrio" foi marcada pelo desentendimento entre Kevin Feige, produtor do filme e presidente da Marvel Studios, e Alan Taylor, o diretor. Suas ideias não batiam e farpas foram trocadas até publicamente. Acabou que Taylor decidiu seguir algumas especificações e o resultado foi uma edição corrida, já que cenas foram refilmadas, tomadas redesenhadas e certos pontos da trama modificados. O quê tornou a aventura do Deus do Trovão uma cocha de retalhos. Se isso atrapalha o entretenimento? Um pouco.
Há 5 mil anos, Malekieth (Christopher Eccleston) , o comandante dos elfos negros, foi derrotado, assim como sua raça. Mas, o quê os asgardianos não esperavam é que estivessem vivos. E agora eles acordaram de seu sono profundo e querem cumprir a promessa que fizeram : destruir este Universo lançando-o nas trevas. Coincidentemente, Jane Foster (Natalie Portman) encontra a única arma que poderia ser usada nesse plano, que coincidentemente, só pode ser realizado agora, que coincidentemente é o momento da alinhamento dos planetas. Percebeu quantas coincidências? O filme se move delas. Uma vai formando a outra. Mas isso não chega a atrapalhar muito o envolvimento com a história, já que os personagens e as atuações são muito bons.

Loki, interpretado magistralmente por Tom Hiddleston, tem o brilho do filme. É difícil achar um vilão pra se amar, mas o Deus da Trapaça é mais amável que seu meio-irmão, Thor (Chris Hemsworth). Como Loki não é um personagem dedicado à ação, todos os melhores diálogos ficam com ele. Um é tão bom, que tenho certeza que vai esboçar um grande sorriso. Assim como os Nove Reinos, outros personagens também têm destaque, como Lady Sif, Frigga - mãe de Thor - e Darcy ( <3 ).
De certo modo, "O Mundo Sombrio" marca realmente o início da Fase 2 da Marvel nos cinemas, já que "Homem de Ferro 3" é quase num universo paralelo. Thor tem o nome, Loki o brilho. E o quê acaba com tudo é o fato de tudo ser remendado. O filme é bem construído, mas pessimamente montado. Tirando isso, é tudo ótimo e vale a pena pelo menos pelas risadas e pelo visual.
Só espero que não hajam mais brigas... :/

1 comentários:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...